Mulheres beijando meninas

Três mulheres se beijando em uma festa. Fotos. Fotos da Clara e Vanessa (ex-bbbs) se beijando. VEJA TAMBÉM. SUA MULHER VAI GOSTAR: Veja aqui como demorar muito mais na cama. Aprenda o segredo dos atores pornô e deixe sua mulher LOUCA DE TESÃO.Clique aqui e assista ao vídeo. O canal no YouTube BriaAndChrissy realizou um experimento colocando mulheres beijando pessoas do mesmo sexo pela primeira vez na vida.Uma das garotas era assumidamente lésbica enquanto a outra nunca havia beijado outra mulher. Com resulta 12/mai/2019 - Explore a pasta 'Belas garotas se pegando !' de Marcelo Vermelho, seguida por 507 pessoas no Pinterest. Veja mais ideias sobre Garotas, Meninas se beijando, Fotografia de amigos. .\r\r homem conquista mulheres e ele tambem, o homem beija 100 mulheres em um dia duvidas da conquista . as vezes parece .\r\r .\r\r .\r\rSe inscreva no canal para mais vídeos! . Meninas fazendo uma despedida de solteira parabenizando seu amigo, beijando nas bochechas, comemorando no restaurante Mulheres usando um caderno na cama Próxima página Mulher masturba-se na praia perto de crianças. Banhista chocada filmou o momento e partilhou na net. translation missing: pt-br.site_specific.getty.seo_meta_description_film Faça o download de bibliotecas de vídeos Mulheres se beijando na melhor agência de filmagens com milhões de vídeos, filmagens e clips de alta qualidade premium, sem royalties a preços acessíveis. Mulheres boas de cama é o manual digital com dicas práticas que vão fazer você chegar no orgasmo facilmente em qualquer relação sexual! Você provavelmente está passando pela situação de milhares de mulheres que acabam se frustrando por falta de prazer na cama… As suas imagens de stock sobre Beijando Meninas estão prontas. Faça o download de todas as fotos e vetores gratuittos ou royalty-free. Use-as em projetos comerciais com direitos vitalícios, perpétuos e mundiais. A Dreamstime é a maior comunidade de fotografia de stock do mundo.

Sou homem, tenho 25 anos e sou virgem

2020.09.15 22:24 keeponwalk1ng Sou homem, tenho 25 anos e sou virgem

Sempre fui muito, muito fechado até meus 18 anos. Até essa idade eu só tinha beijado na boca duas vezes, sendo a primeira aos 15. Quando completei 18 anos, mudei da água pro vinho e comecei a ter amigos, a sair, etc, e apesar de eu ser feio, algumas meninas bem bonitas se interessavam em mim e eu nunca ficava com elas por alguns motivos: 1) por serem muito bonitas pra mim, 2) por terem bem mais experiência que eu e 3) pelo risco de contarem pros meus amigos que eu não sabia transar. Nosso círculo de amizade era grande, então a fofoca rolava solta. Sempre que um amigo ficava com alguém, ouvíamos dos dois lados os detalhes da ficada. Então não era achismo meu. Com certeza alguém comentaria como foi, e se minha inexperiência ficasse óbvia (que acredito que ficaria), acabou pra mim. Por puro acaso, conheci uma garota de uma cidade a 3h da minha, e nos apaixonamos. Mas ela tinha 17 anos e eu 18, então eu tinha medo de irmos no motel e pedirem a identidade dela. É uma coisa boba, mas foi o que impediu que fossemos. Então namoramos 6 meses só beijando na boca mesmo. Terminado esse namoro, eu já com 19 anos, acabei entrando pra igreja e comecei a namorar 1 ano depois. Todo mundo sabe que, em tese, na igreja só transa depois do casamento. Eu e minha namorada realmente acreditávamos na religião, então nunca transando durante nosso namoro. O problema é que nosso namoro durou 5 anos. Terminamos há 6 meses por motivos à parte, íamos nos casar nesse ano mas o relacionamento não estava bom. Agora eu tenho 25 anos e sou virgem. Saí da igreja há 3 anos já, mas não ia pra festas porque preferia ficar com a namorada. Agora solteiro, até conheço umas garotas que ficam a fim de mim, mas eu me autosaboto e não transo pelo mesmo motivo da inexperiência. Eu já fui em um puteiro pra resolver esse problema de uma vez, mas broxei hahaha. Passei 1h conversando com a mulher várias coisas aleatórias e depois fui embora. Desde então eu estou tão encanado com isso que nem vontade de transar eu sinto mais, sendo que quando eu namorava o negócio era doido, tinha muita vontade todo dia. Hoje passo semanas sem nem vontade. Eu tinha 4 contatinhos, mas todas desistem de mim porque mostram interesse, mas eu sumo. Não chamo mais pra sair, não chamo pro motel (mesmo recebendo indiretas bem diretas). A insegurança é foda e não vejo solução. Lembrando que essas não são garotas que são apaixonadas por mim, elas só querem algo casual. São o tipo de meninas que se o sexo for ruim (e acho que vai ser), vai me bloquear de tudo e postar no Twitter alguma indireta sobre isso. Eu comecei a namorar aquelas duas garotas porque achei que elas teriam mais compreensão, e as duas realmente teriam, mas nunca chegamos nesse ponto e agora não tenho nem ânimo de arranjar uma nova namorada que vá ser compreensiva. Nem sei se existe, com minha faixa de idade. Enfim, só quis desabafar.
submitted by keeponwalk1ng to desabafos [link] [comments]


2020.07.14 16:30 galoccego Relato de um ex-barman

ESSE RELATO NÃO É MEU, ENCONTREI NO FACE E COMO ACHEI MUITO INTERESSANTE DECIDI TRAZER PARA O REDDIT.
Relato da internet: Parte 1 Já trabalhei como barman e observando bastante a vida dos que estavam do outro lado do balcão, tudo o que já falaram é verdade.
Entradas para as mulheres são sempre cortesias. Os homens pagam caro. E não se enganem achando que as mulheres não pagam a entrada, quem paga são os homens. Se a entrada na noite custa R$ 30,00 pra um homem, a verdade é que é R$ 15,00 masc(a dele). e R$ 15,00 femin(de alguma menina que entrou "free"). Os donos de bares jamais levam prejuízos e nada é de graça. No bar que eu trabalhava, o dono fazia "descontos" para os amigos, e usava esse argumento.
Nos bares sempre tem as bebidas originais bem guardadas, que são destinadas aos Vips. Geralmente, os alfa$. Os ricos chegam, as bebidas de qualidade vão todos para eles, e pegam mulher com o rodo. Já os pobres coitados que não são ricos, consomem bebidas falsificadas e não pegam ninguém.
Nesses lugares, o que mais vi mandar em tudo é o dinheiro. Quanto mais rico o cara for, mais mulher ele consegue. E nunca vi um alfa físico sair ganhando de um rico. A ordem de prevalências pelo que já constatei é:
  1. Ricos.
  2. Caras que tem o shape massa.
O resto nem entra, porque gordos, magrelos, baixos, pobres, etc, só levam prejuízo na balada. Prejuízo financeiro e EMOCIONAL. Quando conseguem alguma coisa, é no final da noite com alguma feínha que foi rejeitada pelos alfas. Quando a balada está terminando, e aquelas meninas que foram rejeitadas pelos alfas estão voltando para casa chateadas com a vida, é onde os zé ninguéns conseguem alguém. A única chance para o cara mediano na balada conseguir alguma coisa, é no fim dela. Pois mesmo uma vilena numa balada se sente uma rainha, e despreza todo mundo, com um ego gigantesco. Elas fazem isso porque se acham dignas apenas dos alfas. Mas quando os alfas as dispensam e a rejeitam porque acharam outra mulher mais atraente, é um tiro bem no meio do ego dela, pois ela passou a festa inteira dispensando os medianos porque se achava digna apenas do alfa, e agora no final ela vai embora sozinha sem ninguém? Aqui é onde o emocional está fragilizado e onde o homem mediano terá mais chances de conseguir alguma coisa com uma menina mediana ou feia. As bonitas, esqueçam. Não tem nem como se você não for alfa.
Se a intenção é pegar mulher, se for ao puteiro gastará bem menos financeiramente, não terá desgaste emocional, e o risco de pegar DST é o mesmo da mulher baladeira. Se brincar, é até menor. Se não for rico, beberá bebidas falsas, terá prejuízo, e saíra com o emocional destruído de lá, achando que o problema do mundo não te aceitar e te enxergar é seu.
Já vi muitos clientes homens medianos, indo pagar sua conta cabisbaixo, sem graças, com dois ou três amigos tudo desanimado porque vão embora sozinhos dentro um carro. E outros fingindo que só foram na balada pra curtir, que embora não tenham pegado ninguém, se divertiram e etc. O que é mito.
E tem um monte de mulher que paga de santinha falando que vai só pra curtir e ver o Dj, ou porque gosta de tal banda e etc, mas vai só pra dar toco. Não gostam de transar, não gostam de beber, não gostam de nada, só de se sentirem poderosas. Até os alfas penam nas mãos dessas mulheres em baladas.
Em baladas, o único que ganha realmente é o dono da boate. Pois ele ganhou um lucro exorbitante nas bebidas que vendeu(porque TODAS as bebidas são compradas a preço de banana, se você paga R$ 250,00 numa garrafa de whisky, pode ter certeza que ela foi comprada por R$60,00 no máximo, e se for falso, R$ 20,00 ou 30,00). Para constatar isso do preço, é bem simples, vá um supermercado e olhe o preço da garrafa. Depois divida ele por 2. E compare com o preço que você pagou na boate. No bar que trabalhei, compravam latinhas de Antartica por R$ 1,45 no próprio supermercado, e revendiam a R$ 5,50. Quando compravamos direto da Ambev, havia longneck que pagamos 0,90c a unidade, e revendiamos a R$ 6,00 ou R$ 7,00. O dono sempre tem mulher no pé dele, e mulher top. Ele nunca fica "desamparado sexualmente". O status do cara de ser dono de uma boate, desbanca todos os alfas.
Na minha opinião boate é um prejuízo de todas as formas possíveis, exceto para o dono. Mesmo para os alfas e ricos, é um prejuízo tanto financeiro como emocional. Pois você continua pagando pra comer a menina e se desgatando emocional fingindo interesse, competindo com outros machos e etc., mas eles não ligam, né?
Parte 2 Baladas é tanto o puteiro para mulheres, como disseram, como também é armadilha para bobos. É bom mostrar os outros aspectos que prejudica o homem, não sendo só as mulheres, para que possam ficar alertas. Todos os panfletos, as propagandas, as pulseiras de camarote, os copos e bonés e outros brindes... Tudo isso é friamente pensado pelos organizadores da festa para vender uma ilusão enorme, de tal forma que faça o nerd jogador de minecraft sentir vontade de sair de casa e ir lá e gastar seu dinheiro achando que vai se dar bem, de fazer a mais alta piranha sonhar que vai encontrar o Eike Batista dela lá dentro. Observem bem na cidade de vocês como são as propagandas, se você esquecer seu bom senso um pouquinho, você vai cair no conto de que balada é o melhor lugar para ir e ser feliz.
Por trás dos autofalantes, dos graves, do neon, daquelas pessoas fingindo ser felizes, está um máquina pronta pra sugar seu dinheiro. A intenção é sempre pegar o dinheiro do homem. É por isso que eles também lotam de mulheres, quanto mais cheio de mulher um lugar estiver, mais homem disposto a perder tudo o que tem. Mulheres são as iscas, a massa de manobra, para juntar homens fracos emocionalmente e sugarem seu dinheiro. Em uma análise bronca, pode-se dizer que boate é uma das coisas mais anti-homem já criadas. Porque ela nunca prejudica as mulheres de fato, somente homens. Pois mesmo as mulheres sendo apenas iscas, elas ganham emocionalmente e ganham a chance de encontrar um bobo para ser provedor (e acreditem, tem muito playboy que assume uma bomba dessa).
E depois que o camarada entra lá dentro, ele vai ser vampirizado financeiramente o quando puder. A vampirização emocional é só a consequência de ser bobo. Eu mesmo comprava maços de Carlton por R$ 6,50, e vendia cada cigarro picado por R$ 2,00. Eu ganhava em torno de R$ 30,00 por maço, pois na boate não era permitido vender e fumar, mas o cigarro é um símbolo de status que todo mundo lá dentro quer, até quem não fuma quer fumar pra poder ser notado, e quem se aproveitar disso... Será que é errado? Não sei. Eu fazia. Sei que quando meus maços acabavam, os caras ficavam tão fissurados que saíam da boate, iam até os postos de combustíveis, compram cigarro e voltavam. Só pra poder senta na mesa fumando. E a mesma lógica vale também as drogas ilicitas (que eu não vendia, mas quem vendia ganhava uma puta grana).
O ambiente geralmente é tão baixo, que as pessoas que estão no camarote, com pulserinha e copo estilizados por exemplo, esnobam as pessoas que estão na pista. Mulher então? Elas faziam questão de mostrar que são apenas para os vips lá de cima. As mulheres quando sobem para os andares superiores, elas se sentem como verdadeiras deusas. E falo isso porque, eu trabalhei no bar de camarote, e minha função era apenas preparar coqueteis e servir bebidas, nada mais e também não abria nenhuma exceção pra favorzinho. E ouvia muitos sapos de mulheres dizendo que estudam medicina ou direito, que estavam acompanhadas de fulano de tal, que eu tinha que fazer o que eles mandavam... E eu nunca fazia. Só me restringia ao bar. Já tive que chamar segurança pra me defender porque os ricões, além de bobos, ainda queriam pagar de machões e iam lá tirar satisfação do porque não levei algo para a mesa deles etc, sendo que tinha garçom pra isso. Alias, os garçons... Pobres coitados! Eram o que mais sofriam. Raramente eu trabalhei com o mesmo garçom por mais de dois meses, eles não aguentam. Eles chegam na mesa e são ridicularizados, pelos homens que querem bancar os machoes e pelas mulheres que sentem poderosas. É realmente um trabalho de cão. A maioria dos garçons(e barmans) eram estudantes, caras feios, magros, precisavam de um dinheiro extra, e faziam esses bicos. E quando topavam de servir uma mesa cheio de caras ricos, mulheres bonitas e etc... Puts. Dava dó. Eram motivo de piadas. Você via nitidamente o emocional dos caras destruídos. Tinha que ter um emocional muito forte pra aguentar aquilo sem esmorecer. As mulheres sentiam um prazer enorme em ver outros caras pisando no pobre coitado que estava servindo elas, elas se sentiam, de verdade, deusas. Eu aposto que elas gozavam quando debochavam dos outros.
E, também, boate é um ambiente muito inseguro. Além das brigas constantes que sempre acontecem, quase dono nenhum gasta dinheiro investindo na segurança da infraestrutura, porque eles pensam que nunca vai acontecer nada na boate deles.
Parte3
Sobre DSTs, era prache eu ouvir comentários de fulanas e ciclanas que tinham herpes na xota. Com tempo você vai pegando amizade com alguns caras, seguranças, e as fofocas correm. Mulheres bonitas, que só frequentam camarote e só andam com os ricões e esnobavam todo mundo, tinham histórias muito cabulosas. Tinha menina que eles falavam pra não deixar ela nem fazer boquete porque senão o pau pegava carie. Meninas que todo matrixiano JAMAIS pensaria que fosse tão nojenta. E são essas meninas que vão se casar aos 30 anos com um bobo matrixiano que jamais vai saber do passado negro dela. Já vi alguns casais por aqui, um cara gente fina, que mal saia de casa, junto com uma menina que era verdadeiro carrapato de boate. E quando elas reconhecem a gente na rua, abaixam os olhos, ficam com medo da gente ser amigo do namorado dela e contar as coisas que viamos.
Mals o textão. Mas pra quem teve saco e quis ler, fica o relato. Se eu contar todas as histórias escabrosas que já vi e ouvi, do que a gente faz nas boates com as bebidas, enfim, é de doer os olhos. Mas tem gente que apanha e apanha e continua indo. Tenho amigos que diz que exagero muito, que eu sou revoltado e etc. Mas, as pessoas são como animais criados pro abate, são influenciados pela propaganda, sempre vão, se dão mal, passam mal, mas acordam no outro dia crente que o próximo final de semana será diferente. Enquanto isso vão só perdendo dinheiro e tempo.
Eu não recomendo o cara nem ir a um pub bem light. Embora não sejam um ambiente tão fútil e banal como é a boate, acontecem as mesmas coisas, mas apenas em menor escala e mais discretamente. Se a intenção é beber com os amigos, descontrair e relaxar, é melhor queimar uma carne em casa e comprar bebidas por conta, por exemplo. Pelo menos é minha opinião. Para conhecer mulheres: não faça isso, meu amigo. É tiro no pé.
Talvez alguém pense que essas coisas são exageros, mas é a minha conclusão da minha experiência pessoal enquanto fiz bicos de barman. E quando falo barman, esqueçam aquele esteriotipo de cara fortão, bonito que usa uma gravata borboleta no pescoço, na maioria dos casos é só gente normal fazendo bico. Esses "showmans" são outra parte da história que tem bastante privilégios por serem alfas. Eu não fazia parte dessa categoria. Pra eles as boates devem ser boas. Não era para mim porque eu sou um cara normal, e talvez por isso até pareça um butthurt. Mas é só um relato que espero que sirva de alerta. Hehe
Parte 4 Obrigado pelas boas vindas, pessoal!
Então... Sobre as histórias cabulosas, vou começar contando as profissionais. Claro que existe boates exceções assim como mulheres (será? ), mas... Enfim. Eu também não trabalhei em clubes de tão alto padrão assim, quando eu falo que era clubes pra quem tinha dinheiro, é porque as coisas eram muito caras. Mas, não é nada comparado a uma boate grande e famosa. hehe
Começando pelas bebidas, coisas que barmans geralmente são obrigados a fazer:
- A maioria das pessoas não bebem as cervejas completamente, pois elas esquentam rápido na mão, e sempre volta pro bar ou fica espalhado pelo lugar longnecks pela metade. No final da festa, alguns barmans despejam toda essa sobra de cerveja num balde, enfileira as longnecks e coloca funis nos gargalos, e sai enchendo elas tudo novamente. Depois colocam a tampinha e botam pra gelar. As cervejas, lógicamente, vão ficar chocas. Por isso só devem começar a servidas após 2h da manhã, por exemplo. Onde a maioria já se encontra bêbada e qualquer coisa que consumir está gostoso. Como os barmans, por cortesia, sempre abrem as longnecks para os clientes, eles nunca desconfiam das tampas frouxas. Não fiz muito isso, mas já trabalhei em um local e uma festa ao ar livre que fez. Não era prática diária comigo.
- Os sucos naturais, não são naturais. Muita gente pagava o preço por um coquetel feito com o suco da laranja exprimida na hora, mas tudo era somente suco de saquinho(tang ou o mais barato que tiver) batido no liquidificador. Ele fica consistente e espumoso como um suco da fruta. Restaurantes também fazem essa jogada. Um copo de suco "natural" de 200ml era R$ 4,50, por exemplo. O saquinho tang que fazia 1l no liquidificador era 1 e pouco.
- As tequilas sempre saíam em dose, e as garrafas sempre ficam com o barman. Reaproveitamos sempre a mesma garrafa, enchíamos ela um pouco menos da metade de whisky vagabundo ou falsificado, e completávamos com pinga vagabunda. Sacudiamos e vu a la! Tinhamos uma tequila ouro José Cuervo. Como a maioria das pessoas não conhece gosto de nada, pagam R$ 15,00 numa dose de 50ml que custou apenas, no máximo, R$ 5,00 pra fazer. E pior: muitos ainda elogiavam. xD
- Tinhamos um tónel, que se dizia vender cachaça artesanal. Cada dose de 50ml era R$ 6,00. Mas sabe o que tinha lá dentro? Pinga barata de R$ 3,00 o litro. Aquelas 51, 21, 31...
- Os whiskys que servíamos no bar, sempre eram tretas. Muitas vezes a gente fazia aquele lance de encher a garrafa de coca-cola com whisky barato e acoplar ela na boca de uma garrafa de Red Label e mandar o o whisky vagabundo pra lá. Essas geralmente são as que ficam penduradas no dosador de garrafa invertido. Numa festa com umas 3 ou 4 caixas de whisky, tinha no máximo 3 ou 4 garrafas realmente originais, guardadas para os magnatas.
- Quase sempre a gente recebia ordens pra marcar coisa a mais na comada do cliente, se ele parecesse que estivesse muito bêbado. Quando eles iam pagar, sempre ficavam muito putos com as meninas que trabalhavam no caixa, mas, então o gerente jogava aquela onda de que ele emprestou a comanda pra alguma mulher, que ele não lembra, se a coisa aperta muito já vinhas os seguranças intimidar, no final o cara sempre pagava. Não tinha jeito.
- As porções nunca jogavam fora. Já vi cozinheira tirando cinzas de cigarro de um resto de porção de batata e guardando as batatas pra usar com outra pessoa que comprava porção.
Tomem bastante cuidado, porque vocês nunca vão saber o que realmente estão consumindo. Isso não vale só pra boate, vale pra restaurante, lanchonete, casa da vó etc.
Também existia alguns esquemas de lavagem de dinheiro, eu não sabia muito sobre isso, só ouvia a respeito. Mas alguns eventos em fazendas particulares, reunia bastante magnata e alguns amigos afirmavam que rolava um esquema de lavar dinheiro tenebroso. E que muitas boates são usadas pra isso. Sobre isso não posso afirmar com certeza, isso foi só um boato que eu ouvia e acreditava, por tudo o que eu já presenciei lá.
Para atrair homens para festa, o promoter dava brindes, cortesias e até dinheiro pra algum grupo de meninas fazer volume na porta da boate. Já dava as instruções para elas irem super maquiadas, roupas curtas e ficarem bem visíveis. A panfletagem nas ruas e nas faculdades, era sempre feito por meninas bonitas e com roupas curtas. O próprio promoter que cuidava da casa, fazia uma propaganda ferrenha no Facebook. Pra cada 5 mulheres que ele marcava no post, ele marcava 1 homem, por exemplo. E pedia pras meninas confirmarem presença no evento divulgado no Facebook. Tudo isso pra dar a impressão que naquela festa tem mais mulher do que homem.
Parte 5 Então, o homem escravogina, solitário e carente, via aquele harém pela baguetala de R$ 30,00 o ingresso... Era casa cheia na certa. Uma vez lá dentro, o cara até parcela a consumação no cartão de crédito. A maior dificuldade é sempre fazer o homem entrar na boate, porque depois que está lá dentro, já era.
Um pouco do lado obscuro:
As mulheres nunca me cantaram no balcão com um real interesse em mim. Geralmente, aparecia uma mediana que estava de favor na festa, jogar um charme pra tentar descolar um drink de graça. Como eu não dava, saíam nervosas e davam chiliques. Mas alguns colegas davam, e só ganhavam um sorrisinho de volta e a menina nem voltava mais no bar, senão pra tentar pegar outro drink na faixa. Mas para meus colegas, aquele sorrisinho era sinônimo de um casamento. kkkkk
Elas sempre pediam para o acompanhante delas levantar e buscar bebida no bar, jamais ela ia sozinha ou ia junto com ele. E nesses momentos, esses prazos de 5 e 10 min, é onde ela flertava com muitos outros homens. O cara saia da mesa para buscar mais bebida para ela, e ela levava aquelas bulinadas do cafa de leve, pra elas era como se estivessem numa sauna greco-romana.
Banheiro de deficiente físico sempre foi usado como quarto de sexo. Isso era unânime em todas casas que trabalhei e eventos que fiz, era só jogar um "café" na mão do segurança, que o próprio segurança vigiava a porta pra não deixar ninguém interromper a trepada. Aqui era onde muito cara com físico bom e pouca grana, algumas vezes ganhava a noite. Ele não precisava de carro, nem de levar no motel, nem nada, torava a menina na lá no banheiro e só dava uma gorjeta pro segurança. Havia vezes que garotas de programas trabalhavam discretamente nos eventos, em parceria com os seguranças. Elas davam uma grana pra eles, e ela fazia o trabalho. A mesma menina, que nem parecia puta, ás vezes transava com 3 ou 4 cara na mesma noite, sem ninguém nem desconfiar que rolava uma fita dessa lá dentro. Mas como nada fica discreto pra sempre, começou querer haver CONCORRÊNCIA, outras meninas também queriam, e aí começou virar bagunça até que o dono deu um jeito de cortar ameaçando os seguranças de demissão.
Muita gente FINGIA ficar bêbada pra ter desculpas para fazer merda. Isso eu via muito, e a maioria sempre era mulheres. Elas subiam na mesa, faziam danças sensuais, ligavam para ex, pegava no pinto do caras, traiam os namorados, enfim, fingindo completamente que estavam bêbadas. Eu sabia que era fingimento, porque eu tinha um certo controle de quem bebia no bar, dava pra saber o quanto a pessoa consumiu e tinha menina que tomava duas cervejas e começava a fazer merdas, só pra ter um monte de cara endeusando elas e poder fazer uma putaria "sem culpa". E quem fica bêbado com duas cervejas? Mas tinha muito idiota que caía.
Certa vez, trabalhei em um evento que veio uma Dj que era da Espanha, senão me engano. Não lembro o nome, mas era uma menina baixinha com trejeitos de sapatão, cabelos raspados do lado e tranças onde tinha cabelo. Quem é mais ligado em música eletrônica deve saber o nome, eu não lembro. (Ela é aquele tipo de dj desconhecido no país onde mora, mas quando vem pro Brasil, faz sucesso, porque brasileiro é lambe-saco de gringo.) Eu sei que foi um evento que todo mundo quis ir, mas o lugar estava lotado, ingressos caros e etc. Havia uma menina que estava lá dentro, mas queria passar mais cinco amigas pra dentro da festa na faixa. O segurança não deixava. Até que uma delas ofereceu um boquete pra ele. Não foi nem o cara que pediu. A própria menina ofereceu. Obviamente, ele não recusou. Deram um jeito de ir pro estacionamento da fazenda e mandou ver. Entrou as cincos. Depois vi essa mesma menina beijando um playboy na mesma festa, o que me embrulhou o estômago. E com o tempo, ela foi ganhando fama de boqueteira entre os seguranças, então toda festa grande, os caras quase saiam no tapa pra decidir quem ia ficar na portaria, porque já sabiam que ela ia aparecer por ali. Afinal, ela não tinha grana e não tinha jeito de entrar, mas queria estar no meio dos playboys. E ela virou figurinha marcada mas depois sumiu. Um belo dia, num pubzinho, eu tava na porta conversando com os seguranças, ela me desce do carro de mãos dadas com um playboy. O segurança cumprimentou ela, e ela fingiu que não conhecia(sendo que ela tinha um passado negro com ele). Cumprimentou apenas o dono do pub e falou que agora estava noiva do fulano de tal. O cara tinha grana, a julgar pelo carro que ele tinha na época. E depois nunca mais víamos ela nas festa, e quando ia, ia acompanhada dele.
Que fique claro que não estou querendo criar ódio por boates, é só um relato do que vivenciei. O cara que quiser ir, não se prenda no que eu falo não, só fique atento. Hehe
Parte 6 Fico feliz em saber que tem alguma utilidade minhas observações. É impressionante o que você enxerga por trás das coisas somente observando. Nem precisa ser clarividente. hehe
Com o decorrer do tempo vou dando um up aqui com as histórias banais.
Mas acho que o mais importante que eu queria ter compartilhado com vocês a respeito das boates, era a questão de como fraudávamos bebidas. Porque isso é algo que prejudica a saúde dos consumidores a longo prazo, e além de pagar caro por algo que você nem sabe o que é. É algo que me arrependo de ter feito, embora fosse meu trabalho, então eu sempre tento alertar as pessoas que vão em boates para ficar espertas nesse sentido.
As histórias das perícias femininas são coisas bem baixas, praticamente histórias de filmes pornôs. Mas nada diferente do que acontece fora da boate, também.
Eu achava mais interessante o comportamento masculino do que o feminino, e aprendi muito observando caras que estavam caídos, usando a tal lógica reversa. Por exemplo, nas festas acontecem muitas frustrações, e na minha condição de barman, muitas vezes acabávamos fazendo um papel de ouvinte e psicólogo. Muitos homens bebem para amenizar as dores, e quando encontram alguém para ouvir os problemas deles, os caras desabam. Geralmente, esse alguém é o barman, o garçom... Ninguém do outro lado do balcão, nem os próprios amigos do cara, o acolhem nesse momento. E aqui vivenciei muitas situações constrangedoras, de caras enormes de tamanho, chorando feitos beberrões na minha frente. Era engraçado, porque eu sou um cara pequeno e mais duro emocionalmente do que eles(que em teoria, pareciam ser os caras mais frios do mundo) . hehe
Eu não podia fazer muita coisa a não ser ouvir e guardar aquelas histórias como experiências. Eu praticamente nunca consegui ajudar nenhum cliente. Todos eles queriam ouvir que a esposa era exceção, que mesmo traídos deveriam dar segunda chance, que ele era o errado da história, etc. Nenhum aceitava qualquer ponto de vista diferente em que a sua companheira fosse uma pessoa ruim. E ás vezes, discutiam comigo defendendo a esposa após eu aplicar pequenas injeções de real. Mas com tempo percebi que era inútil tentar salvar alguém, porque existe homens que se acomodaram a viver numa lama emocional que tem até medo de sair dali. Eu no máximo consegui algumas amizades, que me ajudaram depois a arranjar outro emprego melhor, mas, os caras infelizmente vivem a mesma vida que levavam, com migalhas emocionais, dores profundas e um depressão que eles tentam abafar com bebida, gerando lucro pra alguém que se aproveita da fraqueza emocional desses mesmo caras.
Acho que se o cara assimilou bem a real, é esperto, tem uma grana pra gastar que não vai fazer falta, tem problema nenhuma ir em boate. O único problema que vi mesmo é o cara pobre que se endivida achando que vai ter sexo fácil ou o ingenuo que vai achando que vai encontrara mulher da vida dele lá.
submitted by galoccego to brasilivre [link] [comments]


2020.07.09 14:43 zer0cu A casada da internet. Versão talarico com culpa

A gente estava em um chat de internet e jah tinha bastante ksal ali flertando no aberto. Ateh q apareceu uma menina e começamos a conversar ali no meio de tds sobre os tedios da vida
O assunto geral passou p/ posições sexuais mas td dentro de textos padrões p/ evitar kicks na sala do chat. E essa pessoa falou q achava q na posição cachorrinho era melhor
Eu fui na DM e sem pretensão disse q tb achava. Falei q parece q o pau foi feito p/ encaixar dessa forma e com o adicional do saco ficar batendo no grelinho. Ela escreveu um paaaaaaaaaaaaara. Eu pedi desculpas pq soh falei a teoria ali pq no grupo era proibido. Ela respondeu q n era por isso
Ela contou q passava o dia td na academia soh p/ se cansar pq o marido a noite dava uma bombada papai e mamãe e dormia entaum como estava cansada dormia tbm. Qnd n fazia academia ficava a noite td com vontade de transar e jah fazia tempo q n era pega de 4
Conversamos mais umas gracinhas e disse q ia dormir pq n podia resolver o problema dela pela distância grande q estávamos mas q seria muito bem comida se ela quiser ir numa convenção q eu ia em SP. Depois disso a gente n se falou mais. Ficou apenas recados normais de um para o outro sempre offline
Qnd chegou a semana da convenção enviei 1 msg soh com o nome do hotel no centro de SP e perguntei se ia encarar. N tive resposta. Cheguei na sexta e me instalei no hotel. No sábado pela manhã recebi uma ligação no quarto e era ela. Queria saber se eu era de verdade. Respondi q sim e q tava naquele momento punhetando a imaginação do nosso fim de semana. Pediu p/ eu gozar imaginando ela de quatro. Atendi o pedido e desligamos. Meio dia retornei para o hotel e tinha um recado que o voo do RJ saia 1 da tarde. N voltei para a convenção
Umas 3 Horas da tarde a recepção me ligou q minha 'supervisora' havia chegado. Desci para atender. Meu Deus q mulher estonteante. Fiquei pasmo c/ sua beleza e gostosura. Ela falou q fazia academia mas eu achava q era hobby e n p/ ser paniquete. No corredor do elevador a gente já começou a se beijar e encaixar. Dentro do elevador eu peguei ela por trás, enfiei uma mão na xoxota e a outra apertava o peito enquanto mordia seu pescoço e esmagava ela na parede
Entramos no quarto nos beijando e eu já fui direcionando p/ a cama. Deitei ela de bruços com os joelhinhos p/ fora da cama, tirei sua calça, meti e gozei mt rápido nas suas costas. Quase uma ejaculação precoce mesmo c/ a punheta
Fomos p/ o banho e comecei a comer ela em pé e decidimos por camisinha. Saímos do banho, colocamos camisinha e eu deitei ela p/ chupar aquela buceta. E ateh a buceta era linda, lisa, lábios bem pequeninos escondidos dentro daquela racha, grelinho saliente pedindo minha língua. Comi ela no papai e mamãe. No bate estaca forte a camisinha rasgou e ela mandou tirar. Gozei dentro e gozamos juntos
Ela queria tomar outro banho. Eu falei q ela n veio p/ fazer papai e mamãe e tomar banho. Isso ela faria em casa. Ela achou q gozar juntos jah era uma diferença. Comecei a comer ela em pé, peguei ela no colo e comi assim. Sentei na cama para gozar sem cair
Ela deitou de novo e limpou a xoxota com o lençol eu jah fui metendo de ladinho. Estava apertadinha e seca. Rimos disso e ela falou q perdeu a virgindade c/ marido e estava perdendo de novo. Gozamos juntos de ladinho
Fomos tomar banho e dessa vez ela n escapou, comi ela curvada no banheiro segurando pelo cabelo. N gozamos juntos pq ela gozou bem antes
Fomos p/ a cama e gozei com ela de frango assado bem lá no fundo do seu útero. Coloquei ela de 4 para comer aquele cu rosado mas ela achou melhor q n pq n era acostumada. Não insisti e comi ela de 4. Ela avisou q podia gozar na portinha do cu. Tive q fazer um esforço enorme p/ n enfiar o pau todo lá dentro. Gozei com punheta na porta do cu
Ela precisava ir. O avião saia 9 da noite e tinha chekin 2 horas antes. Ela ia criar a história do pq veio a SP fazer compras e n comprou nd. Fiquei me lamentando q n ganhei nem uma chupada e se tivesse mais tempo comeria aquele cu. Ela disse q na próxima
Ela foi embora. Um mês depois ela veio p/ minha cidade pq descobriu onde eu trabalhava e morava. N me senti bem com essa investigada na minha vida e n fui me encontrar c/ ela. Cortamos relações mesmo c/ ela chorando muito no telefone
submitted by zer0cu to sexualidade [link] [comments]


2020.07.01 12:11 Gaara_Sousa Aprarentemente sou bi e to muito feliz com isso :)

Não sei se é normal estar feliz por descobrir sua verdadeira sexualidade, mas eu estou e como eu to feliz com isso kkkkkkkkkk
Como eu descobri:
Eu tava conversando com um gay (não sei se é legal identificar ele assim, se não for, me perdoe) depois de 2 dias de conversa, eu me imaginei beijando ele, eu gostei da possibilidade de beijar ele. Reparei também que conversando com ele, era a mesma coisa que falar com uma menina da minha idade que eu gostaria de ter algo.
Depois disso, me perguntei se eu era gay, mas eu tinha certeza que gostava de mulher, até que lembrei que tem os bissexuais, falei para mim mesmo: "ok, talvez eu seja bi kskskksksks"
Eu fiquei muito feliz, hoje em dia eu não me importo tanto para a opinião dos outros, tanto que contei sem medo para uns amigos, tava só com medo de eles acharem que eu daria em cima deles ou nossa relação mudar por causa disso ( nós sempre brincamos com tudo, então eu queria que eles brincasem com isso )
Mas deu tudo certo, foi engraçado ver a reação deles, fiz chamada de vídeo só para ver a cara deles ao ouvir isso kkkk ( eles disseram que para me zuar, vão ter que me chamar de hetero kkkkkk )
Enfim, não sei com 100% de certeza que eu sou bi, mas se for to muito feliz, que se foda o preconceito, viva o amor kskskskks
( escrevendo isso, lembrei de algumas vezes que me senti atraído por homens 😳👉👈 ) kskskslslkskskskskks
Enfim, espero que com essa boa notícia eu tenha alegrado um pouco seu dia :)
submitted by Gaara_Sousa to desabafos [link] [comments]


2020.06.17 22:01 sugaeuteamo O dia que quase deu polícia na casa da minha vó

Olá Matheus, Luiz, tuxo, turma, donas da casa (gatas) e interlocutor Luba que está a ver, convidado que não tem.
Eu sempre pensei em escrever essa história, e sempre me deu preguiça, mas como não tenho nada para fazer resolvi escrever ela, perdão se tiver algum erro e que eu estou acostumada em escreve só uma inglês. Tudo aconteceu na copa e 2014 onde minha tia surrou o marido e a cunhada dela. Mas antes que eu conte o fato em si, devo contar o motivo desse apocalipse na casa da minha vó. Minha tia tinha três anos de casada com esse cara que era dez anos mais novo que ela e isso estava tudo bem porém o que não estava bem era o fato dele ser um tremendo FDP porque ele traía minha tia com várias mulheres, acho que minha tia tinha tanto chifre quanto o Jean, o pior e que todo mundo sabia menos, é claro, a minha tia. Nessa época eu fui à um barzinho com uma galera da faculdade para beber em comemoração aos meus dezoito anos (Sério, fazer dezoito anos não é nada especial) a noite não podia ser melhor até que em uma determinada hora eu falei que ia ao banheiro e no caminho qual não foi minha surpresa ao encontra o marido da minha tia sentado na parte aberta do bar, bom eu como uma menina que ainda tinha esperança pensei. “Pode ser que ele esteja com minha tia.” Ledo engano, ele tanto não estava com ela como a pessoa que estava com ele era quem eu menos esperava, a mulher do meu tio (cunhada da minha tia traída) que tinha nada mais nada menos que dezessete Fuck anos de casada com meu tio, ele estava sozinho na mesa e ela chegou já beijando ele, pareciam bem íntimos o que me fez pensar que eles já tinha um tempo fazendo isso. Fiquei tão surpresa que passou até a vontade de mijar, voltei para mesa e dei uma desculpa qualquer para sair dali antes que eles me vissem. Naquele dia pensei o que devia fazer, ficar calada? Contar tudo? Poxa o casamento do meu tio com a mulher que eu chamava de tia era um exemplo para mim e o pior, ela era missionária, que moral ela tinha para dá sermão nos outros. Isso aconteceu em fevereiro que é o mês do meu niver, e agora já era dia doze de junho primeiro jogo do Brasil, eu sei a data tão precisamente por que minha vó faria aniversário dia treze de junho e os seus filhos decidiram fazer um almoço em família e convenientemente assistir o jogo na casa dela. Todos começaram a chegar e como eu moro há quatro casas da minha vó não estava com pressa, principalmente por saber que aqueles adúlteros estariam lá. Já era onze horas da manhã e eu tinha que ir, minha vó me bateria se eu não fosse, ao chegar lá vejo o meu tio conversando e rindo com o traíra e minha tia em uma roda de conversa respirando o mesmo ar que a crente do c* quente. Aquilo me deu uma raiva. Todo mundo já tinha almoçado e alguns tios, tias e primos estavam bebendo na parte de fora da casa, estava quase na hora do jogo e tudo parecia tranquilo todos estavam rindo, até que minha tia que já estava um pouco alta ,pelo álcool, levanta e vai para dentro da casa. Não demorou nem dez minutos e todos escutam estrondo de coisas caindo no chão e gritos, o que fez todos entrarem para dentro da casa. Lá encontramos a seginte cena, minha tia segurando com as duas mãos nos cabelos da cunhada dela e o traíra segurando minha tia pedindo calma. Não dava para escutar o que eles falavam era muita gritaria e palavrões, minha tia e professora de judô então ela se atracou com a mulher e depois pegou os dois de uma forma surreal ela parecia um polvo, seria engraçado se não tivesse sido tão desesperador na hora. Só sei que a briga durou uns trinta minutos. Sério uma professora de judô traída com álcool no sangue é assustadora, foi preciso quatro homens para segurar ela, parecia despacho de macumba quando o espírito desse. Minha vó começou a mandar todo mundo embora, por que avizinhas que assistem BBB estavam bisoiando pela janela e elas eram problemática, já chamaram a polícia para meu pai... Mas isso é outra história. Depois do show todos foram embora, ficou apenas a minha tia traída, meus pais, minha vó e eu, aí sim, ela desabou no choro e contou o que aconteceu, ela viu os adúlteros se acariciando e marcando de se encontrarei, tinha mais coisa mas parecia que minha tia não queria lembrar. Bom o que aconteceu depois dessa briga foi que minha tia se separou, vendeu a casa dela e foi para o Uruguai morar perto do filho dela e lá ela se casou ano passado com um pai de um aluno dela, meu tio perdoou a mulher dele mas uns meses depois descobriu que ela estava gravida e meu tio fez vasectomia, então ele se separou dela um ano depois do acontecido. Minha tia não falou com meu tio durante dois anos por ele ter perdoado a mulher dele. É essa é a história de um dos barracos que teve na minha família, tenho alguns outro que deu até polícia, e putros que o cara pulou o muro da minha casa pelado... (minha família e a vizinhança é barraqueira) mas deixa para uma próxima turma-feira, assim sobra conteúdo para os próximos vídeos. Beijos 
submitted by sugaeuteamo to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.09 21:38 Lyllynemteconto As meninas não tão santas?!

Hi lorena, luba, editores, papefuntos e turma q está a ver. Hj vim contar a história q “sujou” minha ficha na escola q eu estudava. Estava eu, no 4ano na minha escola com minha ex-melhor amiga (vamos chamá-la de Sol). Então na minha antiga escola estudávamos a tarde,entravamos 13h e saíamos 17h mas podia ficar la ate as 18h esperando os pais só q como a gente estava no horário de verão as 17h já estava escuro (guardem isso) Ent dps da aula, era pra gente descer pro portão aonde todos os alunos ficavam, porém no meio das escadas (haviam dois lances de escadas) tinha um espaço “grande” e ficávamos lá, pq no portão era meio sufocante. Tá teve um belo dia que eu e Sol falamos com as coleguinhas pra que quando a aula acabasse ficássemos lá brincando, beleza a aula acabo e fomos pra lá, foi escurecendo e as coleguinhas foram embora e ficamos só eu e a Sol brincando de “cócegas” (ela tinha começado e eu tinha mts cócegas naquela época) ent a brincadeira foi ficando mais “intensa” e eu meio q encurralei a Sol num canto da parede e comecei a fazer cócegas nela, acontece q a mulher coordenadora (que ficava lá as vezes pra fechar a escola) viu a gente e como tava escuro ela pensou que estivéssemos nos BEIJANDO (eu e sol tínhamos uns 10 anos ent n pensávamos nisso) e ent a coordenadora q vamos chamar de dazia disse: -EVELLYN E CARLS SOL OQ VCS TÃO FAZENDO AÍ EM??? EU CONHEÇO SEUS PAIS MIMIMIPOPOPO!!! E nós ficamos tipo droga ela realmente sabia qm nos éramos (até pq todos os professores falavam da gente pq éramos as melhores alunas sério, e somos reconhecidas por isso até hj) mais ficamos tipo deboas pq a gente achou q ela tava pistola pq a gente tava ali sendo q n podia ficar ali belezaa. Ai no outro dia, no meio da aula a nossa professora disse: -Evellyn e Carls Sol venham aq por favor. Nisso eu fiquei q não passava nem WiFi (NUNCA havia sido nem chamada a atenção na aula qm dirá cordeação) ent eu e Sol nos olhamos e depois toda a sala tbm pq quando a prof falou aquilo tava um silêncio danado. Ai chegamo lá e ela levantou pra nos “tampar” pros outros alunos não ouvirem/verem a conversa aí ela disse: -Meninas ontem a Dazia me disse que viu vcs duas, as minhas melhores alunas, se beijando no escuro. Isso é vdd? Nessa hora eu gelei e como sempre sou a porta voz do grupo a Sol n falou nada e eu ent disse -NÃO professora, nós estavamos brincando pq a Sol começou a fazer cócegas em mim Ent eu e Sol demos uns risos nervosos e ela só concordou comigo e a prof falou -Tudo bem ent meninas podem se sentar. Sol e eu voltamos como se nada tivesse acontecido mais todo mundo ficou olhando a gente. É isso bjs pra qm quiser ☻︎ xoxo
submitted by Lyllynemteconto to TurmaFeira [link] [comments]


2020.04.30 19:52 bowfex Diga não a xereca fedorenta

Não é tá ligado mano, vo da o papo reto tá ligando? Neguinho deve tá pensando ai q eu sou marrento bá “Pô palito é foda tá la explanando” Não to explanando não, tá ligado? É que pra nois omi já é difícil pra caralho. Que tem a lei da conquista de pegar vocês, tá ligado? Antigamente mulher só ia no desenrolo pá no carinho no amorzinho no carin Hoje em dia não. Hoje em dia pro cara pegar uma mina bonita e gostosa ele tem que tá com o carvão no bolso né mano. Que as mina gosta de sair elas querem beber grey goose quer beber amarula whisky chandon... Então cara vai pra balada e já se fode no mínimo uns quinhentos merréis a mil reais com as mina pra pegar Tudo bem. Dinheiro a gente não liga que dinheiro a gente faz, tá ligado? Cum nois num tem neurose A pica é a gente gastar o dinheiro vai lá leva pra balada bota grey goose bota chandon e pega daqui pega de lá Melindrizinho daqui melindrizinho dali PUM Leva pro motel aí pra dar uma moral a gente leva logo pro oklahoma paga-lhe uma suíte de 250 cruzeiro Já foi MIL E QUINHENHOS REAIS quase pra comer a mulher Aí chega na hora do vamo ve Quando tu manda pra ela: amorzinho vai toma um banhinho Ela fala: eu não amor vou toma banho não... Já tem que acender o vermelho, tá ligado? Se a mulher não toma banho já acende a luz que é porca, fedorenta. Tá com a xereca suada a noite toda, bagulho mijo, foi no banheiro, deu aquela mijada, voltou, mijou, voltou. A xereca já tá a calcinha colando de xixi Tá ligado? É… Aí depois chega no motel num quer tirar a roupa aí tu já bola. Aí tu vai lá toma teu banho (faz o teu né mano tu é limpin), lava-lhe a caceta legal, toma ali aquele banho bonitin pum Dá logo 3 tapa na piroca pra ficar envernizada no banheiro Quando tu vem pa da um plá tu vai Ela já manda pra tu: “aiiiin apaga a luiiiiinz nuuum gosto de1 luuuz acesa” JÁ SABE QUE DEU RUIM NUM TOMA BANHO E TÁ COM A LUZ APAGADA, IRMÃO? A xereca tá com corrimento, o bagulho tá fedendo Já acende a luz vermelha que vai dar ruim! Mas como nois somo meio carnivoro ne a gente insiste ne neguin. É a obrigação de um HOMEM um homem de vdd um homem das cavernas aquele homem troglodita é insistir a gente vai lá e insiste Quando a gente tira a calcinha… que malandro que é malandro não enfia a piroca de vez não, hein? Essa molecada novinha aí que não sabe chupar buceta, que tem nojinho Se tiver nojin vai se fude vai pega gonorreia Porque esses babaca que mete já arria a calcinha enfia a piroca de uma vez SE FODE Ó o macete do palito pa vocês ó: Desce devagarinho beijinho na boca beija no peitin passa a língua do umbiguin ANTES de meter a língua na xereca tu mete o dedo, tá ligado? Mete o dedin e vai fingindo q tá dando umas massageada no grelo aí tu enfia o dedo lá dentro da xota dela e vai beijando ela na boca Passa-lhe o dedo por trás da nuca dela da-lhe aquela cheirada Mete no teu nariz e cheira SE VIER O FUNTUN DE MUN RÁ AQUELE CHEIRO DE CATACUMBA SAI FOOOOOORA QUE TÁ POOOODRE Agora se meter o dedin por trás mesmo se ela n tomar banho e tiver cheirosinha Aí vale a pena da-lhe uma chupada na buceta tá ligado manin Porque homem q não chupa xereca é viadinho Homem tem que mete-lhe a boca no grelin devagarinho e fazer descer o caaaldo da fruuuta poorra Mulher é que é mulher gosta de uma boa de uma xupada na xereca Atenção meninas, então por isso eu deixo aqui o meu apelo: atenção, diga não a xereca fedorenta Eu apoio mulher da buceta xerosinha!!! Chega me deu água na boca..
submitted by bowfex to Copicola [link] [comments]


2020.04.17 01:26 rioomer Problemas pornográficos

Fala comunidade, esse é meu primeiro post no Reddit em geral, nunca gostei de utilizar fórum mas parece que me acostumei.
Enfim, mais um caso daquele envolvendo por)#R$mnfia. Comecei logo cedo por intermédio de um amigo aos 13 anos, desde então nunca mais parei. Tenho 20 anos atualmente e isso vem me prejudicando bastante em relacionamentos. Hoje me masturbo apenas para imagens e não passo de 1 vez ao dia
Já consegui ficar 2, 3 meses sem mas eu nunca consigo dar uma solução definitiva a isso. A minha última tentativa eu fui a psicóloga por 2 meses e estava funcionando, porém imagino eu que na hora de "finalizar" essa questão eu tenha falhado pois havia dois jeitos: resolver indo me relacionar e respeitando a natureza da minha mente que pedia por isso ou me submeter a uma moral religiosa que me mantivesse nos eixos. Pois bem, eu tentei a segunda opção e acabei caindo de novo no ciclo. E eu estava bem, conseguia controlar os gatilhos e não deixava cair de novo só que teve um dia que eu acabei caindo e não foi nem por causa de uma imagem ou alguma mulher que eu vi na rua. Acabou que eu não consegui segurar a tensão e provavelmente o estresse do dia a dia acabou me movendo a isso buscando algum alívio. Desde então eu tenho alternado entre dias sem e dias no fundo poço, tem sido horrível. E agora na quarentena então tem sido complicado lidar com isso visto que não tô seguindo nenhuma rotina aqui dentro de casa, a empresa que trabalho me concedeu férias.
Eu já decidi que não vou procurar solução religiosa pra isso, não vou buscar uma solução de um víes apenas, pois sinceramente, acho que religião não é pra mim(a que me refiro é o cristianismo). Acho bonito e tudo mais ter uma família, guardar o corpo pra uma pessoa mas acho que não tenho vocação pra isso. Nunca tive uma grande vontade de ter um filho e caso tenha no futuro não terei problema nenhum em adotar. Valorizo mais o exemplo, o ensino do que o vínculo sanguíneo.
Um fato interessante sobre mim é que eu já fiquei com 7 mulheres e nenhuma dessas vezes eu levei o relacionamento pra frente e tive uma relação mais profunda tanto sentimentalmente quanto sexualmente. É bem chato isso. Teve uma vez que tive a chance de culminar um relacionamento com uma menina que eu gostava apesar das divergências de opiniões e acabei não beijando ela pela insegurança que eu tenho por causa disso.
Sabe, sou bem universal em relação a assunto, tenho bastante conteúdo pra transmitir e adoraria receber mais também. Mas eu tenho um bloqueio social forte que é racionalizado por uma aversão ao sentimento justificada de falta de conteúdo nas pessoas. Eu vejo as pessoas como objetos, e mesmo que o sistema globalizado faça isso com as pessoas, eu não acho justo nos privar do contato com elas. Eu não sou reprimido socialmente, tenho facilidade em iniciar contato e conversar mas nunca aprofundo minhas relações. É bem triste.
submitted by rioomer to desabafos [link] [comments]


2020.04.02 16:25 chickensoup66 Eu sou assexual

esse desabafo não tem propósito nenhum, apenas eu contando isso pro mundo p ver se eu me sinto mais leve.
faz muito tempo que eu penso nisso e nada no jeito que eu me enxergava fazia sentido até eu decidir assumir isso comigo mesma. desde quando eu era mais nova, enquanto todas as minhas amigas falavam sobre meninos, eu estava ocupada demais jogando cards com eles ou ouvindo música,, eu nunca tive interesse algum. mesmo. de verdade. zero.
enquanto eu tentava me passar por "alguém normal" eu meio q me redescobri. me forcei a ficar com alguém - um bom amigo meu que era quem chegava mais perto de eu ter qualquer tipo de sentimentos - só pra ver se eu era mais "atrasada" no assunto do que as outras meninas que eu andava. e NADA. nadinha. se eu falar que eu não senti nada beijando ele vou estar mentindo pq eu senti pena por ele, pq ele parecia gostar de mim por um instante e eu usei ele p um experimento q eu comprovei o resultado que eu esperava. insisti nisso umas vezes, nós até transamos mas não foi absolutamente nada do que eu esperava. sempre me sentia mal e chorava depois de qualquer masturbação e n foi diferente. fingi q tava passando mal e chorei igual uma vagabunda no banheiro o resto da noite.
depois disso tudo eu achei que poderia ser uma lésbica em negação. a situação me deixou radiante e eu pensei melhor sobre isso, e minha atração por meninas era zero, igual a minha atração por meninos. depois do trauma daquela vez eu não tentei ficar com mulheres mas fiz minha pesquisa, comecei a reparar mais em meninas, webnamorei algumas... e tb nada. mesmo. me senti mal mais uma vez de ler aquela menina mandando mil declarações de amor e falando que nunca mais ia soltar de mim quando a gente se conhecesse pessoalmente, e eu me sentia um monstro por fingir que tava feliz. era chato me sentir mal por todo mundo que chegava perto de mim ou queria "reverter meu quadro" ou opinar sobre o que eu sentia. como se todo mundo tivesse tentando me ajudar mas só me colocava p baixo.
eu já sabia e tinha ouvido falar de assexualidade desde pequena - pasmem vcs por causa de uma matéria da record debochando e invalidando todos - e sempre levei em consideração, mas na prática foi diferente. vc perceber que é um saco vazio de sentimentos, ou quando a realidade bate e vc percebe que está perdendo uma grande parte da experiência da vida humana pq vc simplesmente não consegue sentir. é frustrante. me deixava irritada quando eu contava p alguns amigos próximos e eles me diziam que eu era sortuda por não ter que me preocupar com uma grande parte da vida. eu queria poder me preocupar, atender as expectativas dos meus pais e ter alguém do meu lado nessa vida. mas eu sou só uma caixa vazia que ninguém nunca vai encher. mas eu tô bem assim hoje em dia. procurando alguma coisa q possa preencher esse buraco que eu simplesmente não me importo.
submitted by chickensoup66 to desabafos [link] [comments]


2020.03.04 23:18 chupameupaumizera Quero confiar mais na minha namorada

Eu era uma popular aq na capital, tinha fama de pegador e tals, ent tinha uma menina q é a minha namorada hj q era louca por mim e eu n dava bola pra ela, so pegava ela e pronto, ate q meu amigo começou a namorar com a amiga dela e eu comecei a namorar com ela e foi essencial pra eu sair das drogas tbm, ela me acolheu bastante e me ajudou mas enfim, Ja estamos namorando a mais de 1 ano e estamos indo bem só que o problema sou eu com meus ciúmes por causa do que ocorreu no passado. No começo do nosso namoro (primeiros 5 meses) eram perfeitos, um confiava no outro. Só que em uma cana que ocorreu com as amigas dela na sua casa (eu estava la tbm), ela ficou bastante acoolizada e uma amiga dela acabou partindo pra cima dela e beijando-a sendo que ocorreu um beijo super rapido de 5 segundos (pelo oq a amiga dela falou pra mim) e no outro dia ela me contou isso no meu carro, falando que se arrepende e por respeito a mim ela não escondeu e falou. E pelo fato ocorrido nos primeiros 2 meses de namoro q eu fui pra uma festa com um brother de madrugada, cheio de mulher, sem dizer nada a ela e ela descobriu tudo, acabei perdoando-a. Até aí blz, mas dps perdi mt a confiança nela, depois de uns meses ela começou a sair com as amigas sem me avisar, ate q um dia ela me contou q saiu pra fumar maconha com uma amiga dela(sabendo q eu ja fui um drogado e tenho trauma de tudo oq ocorreu na minha vida e contei tudo isso pra ela e pedi pra ela parar de usar tbm e ela concordou) e nesse dia nós terminamos. Mas no outro dia quando eu estava com outra mulher, ela me liga dizendo q quer me ver e conversar cmg, aí fui fraco e fui la conversar e nós voltamos. Mas depois ela começou a sair dnv com as amigas sem me avisar e eu fiquei puto e ainda mais sem confiança, até q um dia eu vi ela conversando com um garoto no insta dizendo do fato ocorrido com a menina la q ela beijou e ela me chamou de trouxa na conversa por perdoar ela, e pelo oq ela me contou q era pra se defender pq o garoto tava chamando ela de trouxa pq eu prendia ela, mas acabei ficando puto e botei ordem e fiquei 1 semana sem falar com ela e ela n parava de correr atras de mim e chorando pra kralho, ate q dei uma chance a ela de me ver no ano novo, ela falou q se arrependia de tudo oq fez e q a pessoa q mais se preocupava com ela era eu, por isso vai se dedicar mais a mim e não as amigas. E desde esse dia até hj, nós não brigamos mais e estamos super bem, mas tem um porém, eu ainda continuo não tendo confiança nela por causa do nosso passado. Eu me cuido bastante, faço academia, dieta, tenho empresa, só n tenho muito amigos como antigamente por causa do namoro e pq a maioria era amigos de drogas e perdi um pouco da minha autoestima pq n pego muitas meninas pq namoro. Vcs podem me dar um conselho no que eu posso fazer? Devo dar mais liberdade a ela mas um pouco na defensiva em relação a festa e tals com as amigas? OBS: conversei com ela hj sobre isso e ela falou q ficou meio triste pq ta se esforçando pra eu confiar nela e eu chego com esse papo mas falei q deixarei o passado de lado. Desculpa pelo texto grande☺️
submitted by chupameupaumizera to desabafos [link] [comments]


2020.02.22 15:05 Enscie Sou BI!?

Opa galera, beleza?
Então vou contar meu relato a vocês, desde pequeno sempre me interessei por mulheres e etc... Mas fui crescendo e sempre fui chamado de gay e boiola pelos colegas de classe(amigos não são), quando tinha uns 10 anos sofri uns certos abusos, uns colegas fizerem simulação de ato sexual comigo, tipo sexo por trás, passaram meu rosto no local dos pinto deles sacam... Coisas assim, mas não de ser no órgão mesmo, B.O na época, perdi até uns anos na escola... Enfim!
Voltando, fui crescendo a galera falando que tinha uns tre jeitos, e etc... Me chamando de gay e tal(Eu sempre negava mortalmente essa afirmação), não tinha desejo por homens... Mas aí lá na adolescência as vezes olhava pra um menino e tal e queria beijar ele, mas não era sempre, mas o desejo por meninas sempre tive... E isso foi rolando, até que eu rejeitei isso e ocultei e criei uma certa raiva contra gay... Mas aos meus 19-20 anos, me dês fiz dela pois tentei umas penetrações, com dedo e etc... Nada com homens, mas de uns tempos pra cá, as coisas ficaram piores pq eu via porno de trans e etc e cresceu a vontade de sexo, e as vezes vendo alguns perfis de homens fico excitado, e até ver fotos de penis me deixa(dependendo do pênis) rsrs...
Mas quando me imagino beijando um cara sinto meio que nojo, ou uma repulsa, mas se imaginar fazendo oral não... Estranho né? Atualmente estou com 23 quase 24, estou me aceitando como bi, e estou em uma relação com uma menina... Mas as vezes me parece tão errado alguém como eu ser no ou querer sexo com homens, e etc... Minha namorada tem ciência desse dilema, ela sempre achou que sou bi, mesmo que não peguei um homem... E acredita que eu bancava o homofóbico por rejeitar minha homossexualidade, bem eu gostaria de não me aceitar assim, de não ser isso... De ser normal, em partes, mas fico feliz e mais leve me aceitado assim, mais tranquilo... Mas se fosse algo que eu poderia escolher eu não queria .. saca?
Sempre cresci na igreja e isso também pesa pra mim, muitas vezes acredito que isso é efeito dos problemas que sofri na infância e na adolescência isso mexeu com meu cérebro e acabei ganhando isso, pois não gostava de meninos até onde lembro.
Bem se alguém que passou por algo parecido ou só quiser me dar conselhos fala aí...
Grato!
PS: Não ataque a religião, obrigado! Mas pode falar a respeito! :)
submitted by Enscie to brasil [link] [comments]


2020.02.22 14:31 Enscie Sou BI

Opa galera, beleza?
Então vou contar meu relato a vocês, desde pequeno sempre me interessei por mulheres e etc... Mas fui crescendo e sempre fui chamado de gay e boiola pelos colegas de classe(amigos não são), quando tinha uns 10 anos sofri uns certos abusos, uns colegas fizerem simulação de ato sexual comigo, tipo sexo por trás, passaram meu rosto no local dos pinto deles sacam... Coisas assim, mas não de ser no órgão mesmo, B.O na época, perdi até uns anos na escola... Enfim!
Voltando, fui crescendo a galera falando que tinha uns tre jeitos, e etc... Me chamando de gay e tal(Eu sempre negava mortalmente essa afirmação), não tinha desejo por homens... Mas aí lá na adolescência as vezes olhava pra um menino e tal e queria beijar ele, mas não era sempre, mas o desejo por meninas sempre tive... E isso foi rolando, até que eu rejeitei isso e ocultei e criei uma certa raiva contra gay... Mas aos meus 19-20 anos, me dês fiz dela pois tentei umas penetrações, com dedo e etc... Nada com homens, mas de uns tempos pra cá, as coisas ficaram piores pq eu via porno de trans e etc e cresceu a vontade de sexo, e as vezes vendo alguns perfis de homens fico excitado, e até ver fotos de penis me deixa(dependendo do pênis) rsrs...
Mas quando me imagino beijando um cara sinto meio que nojo, ou uma repulsa, mas se imaginar fazendo oral não... Estranho né? Atualmente estou com 23 quase 24, estou me aceitando como bi, e estou em uma relação com uma menina... Mas as vezes me parece tão errado alguém como eu ser no ou querer sexo com homens, e etc... Minha namorada tem ciência desse dilema, ela sempre achou que sou bi, mesmo que não peguei um homem... E acredita que eu bancava o homofóbico por rejeitar minha homossexualidade, bem eu gostaria de não me aceitar assim, de não ser isso... De ser normal, em partes, mas fico feliz e mais leve me aceitado assim, mais tranquilo... Mas se fosse algo que eu poderia escolher eu não queria .. saca?
Sempre cresci na igreja e isso também pesa pra mim, muitas vezes acredito que isso é efeito dos problemas que sofri na infância e na adolescência isso mexeu com meu cérebro e acabei ganhando isso, pois não gostava de meninos até onde lembro.
Bem se alguém que passou por algo parecido ou só quiser me dar conselhos fala aí...
Grato!
PS: Não ataque a religião, obrigado! Mas pode falar a respeito! :)
submitted by Enscie to sexualidade [link] [comments]


2020.01.22 15:29 coracaothrowaway Dor que simplesmente não passa.

Oi oi oi, pessoas. Tudo bem? Eu vim aqui fazer um desabafo por que me sinto muito desolado com a situação que vivo hoje. Então senta aí que vocês vão ouvir um marmanjo choramingando.
Tenho 21 anos e faço História em uma federal do sudeste, sempre fui muito inteligente segundo as pessoas (rs) mas sempre tive problemas com mulheres. Eu sempre pedia conselhos das minhas amigas no ensino médio e nos primeiros semestres da faculdade. Até quando uma amiga falava que não queria falar comigo eu pedia uma consultoria dela (rs) para o que eu poderia mudar.
Mas tudo isso muda quando eu conheço ela. Chamaremos ela de Frida, por que ela é fã. Eu e Frida nos conhecemos em uma roda de debate na facul, no mesmo dia nos encontramos em um sarau à noite, também na facul. Puxei minha melhor amiga no canto e pedi umas dicas. Fui lá e consegui um beijo! Ela era a moça mais linda que já vi, inteligente, trocava um papo da hora, entendia bem de política e ainda envolvida em movimentos estudantis, me apeixonei na mesma hora.
Não foi meu primeiro, mas cara, como eu queria que fosse. Trocamos números e continuamos a conversar todos os dias, nos vendo também, às vezes rolando e às vezes não rolando essa ficada
Certo dia, uma amiga me falou que era pra eu chamar ela pra minha casa assistir Netflix. Ela me chamou pra ir pra casa dela, pois achava melhor e era pra eu levar uns filmes para nós, já que seria mais legal do que Netflix. Fiz uma seleção de filmes top, sabia que tinha que impressionar já que ela faz artes cênicas. Decidir fazer o meu move, nos beijamos e perguntei se eu podia tirar minha camisa. Ela falou que não, por que ela não era assim. Depois desse dia, nunca mais nos falamos do mesmo jeito.
Passada umas semanas eu chamei ela pra sair, ela aceitou, mas falou que levaria um amigo. Eu aceitei, pois queria muito vê-la. Frida levou esse rapaz, que vamos chamar de João. João é gay e tava afim de mim, segundo Frida, desde pouco depois de eu ter começado a ficar com ela, pensei que era um menáge, mas não era nada disso, ela tava tentando me arranjar para o cara. Até aí tudo bem, eu peguei um Uber p casa depois de uma noite agradável em um boteco. João puxou papo comigo no whats e eu continuei a conversar com ele. Quando ele perguntou se eu queria ficar com ele, eu fiquei com medo de caso eu dissesse não ele fosse falar pra Frida e eu perdesse o amor da minha vida. Aí eu disse que sim.
Alguns dias depois Frida me chama p sair com João e mais um cara misterioso e quando eu chego lá, bum. É um dos caras mais detestáveis que eu conheço ele é minion, fútil que só pensa em academia e ainda ficava com uma amiga minha e de Frida e saiu espalhando que “comeu” ela pra todo mundo. Eu me segurei pra não falar umas poucas e boas pra ele (rs) mas deixei por isso. Então Frida começou a falar umas coisas sobre cotas e ele se posicionou contra ela, e eu logo tentei argumenatar a favor dela, mas ela só ficava discutindo mais com ele, como se eu não estivesse ali.
Ele só falava merda, falou na frente de Frida que tinha achado uma menina da sala dele gostosa e etc. E eu tava visivelmente desconfortável. Noite vai e vai, vou ao banheiro, quando eu retorno Frida e o machinho se beijando. Meu mundo caiu ali. Eu sentei e eles continuaram a se pegar. Foi aí que João olhou pra mim e pediu um beijo, eu dei só um selinho e saí falando que tava com diarreia.
Eu vomitei de puto que eu tava naquele dia, só queria me matar, como ela tão esclarecida ficava com um idiota daqueles? Dois dias depois resolvi desabafar com uma amiga em comum, ela me falou que ele era um babaca mesmo e ela me falou pra expor os meus sentimentos pra Frida.
Ligando no mesmo dia, à noite pra Frida, ela não atendeu. Mandei uma música de Rubel pra ela (favorita nossa) e ela só falou pra eu ligar depois. Continuei insistindo na ligação e uma hora ela atende irritada, falando que tava com o babaca. Eles dormiram junto.
Eu passei a noite ligando pra minha psicóloga e fazendo exercícios de ansiedade.
Isso foi ontem.
E ainda não passou.
Foi mal pelo throwaway escancarado.
Ass. Um coração doído
submitted by coracaothrowaway to desabafos [link] [comments]


2019.10.12 05:10 Na7hanMG Pô palito é foda tá lá explanando

Não é tá ligado mano, vo da o papo reto tá ligando? Neguinho deve tá pensando ai q eu sou marrento bá “Pô palito é foda tá la explanando” Não to explanando não, tá ligado? É que pra nois omi já é difícil pra caralho Que tem a lei da conquista de pegar vocês, tá ligado? Antigamente mulher só ia no desenrolo pá no carinho no amorzinho no carin Hoje em dia não. Hoje em dia pro cara pegar uma mina bonita e gostosa ele tem que tá com o carvão no bolso né mano. Que as mina gosta de sair elas querem beber grey goose quer beber amarula whisky chandon... Então cara vai pra balada e já se fode no mínimo uns quinhentos merréis a mil reais com as mina pra pegar Tudo bem. Dinheiro a gente não liga que dinheiro a gente faz, tá ligado? Cum nois num tem neurose A pica é a gente gastar o dinheiro vai lá leva pra balada bota grey goose bota chandon e pega daqui pega de lá Melindrizinho daqui melindrizinho dali PUM Leva pro motel aí pra dar uma moral a gente leva logo pro oklahoma paga-lhe uma suíte de 250 cruzeiro Já foi MIL E QUINHENHOS REAIS quase pra comer a mulher Aí chega na hora do vamo ve Quando tu manda pra ela: amorzinho vai toma um banhinho Ela fala: eu não amor vou toma banho não... Já tem que acender o vermelho, tá ligado? Se a mulher não toma banho já acende a luz que é porca, fedorenta. Tá com a xereca suada a noite toda, bagulho mijo, foi no banheiro, deu aquela mijada, voltou, mijou, voltou. A xereca já tá a calcinha colando de xixi Tá ligado? É… Aí depois chega no motel num quer tirar a roupa aí tu já bola. Aí tu vai lá toma teu banho (faz o teu né mano tu é limpin), lava-lhe a caceta legal, toma ali aquele banho bonitin pum Dá logo 3 tapa na piroca pra ficar envernizada no banheiro Quando tu vem pa da um plá tu vai Ela já manda pra tu: “aiiiin apaga a luiiiiinz nuuum gosto de1 luuuz acesa” JÁ SABE QUE DEU RUIM NUM TOMA BANHO E TÁ COM A LUZ APAGADA, IRMÃO? A xereca tá com corrimento, o bagulho tá fedendo Já acende a luz vermelha que vai dar ruim! Mas como nois somo meio carnivoro ne a gente insiste ne neguin. É a obrigação de um HOMEM um homem de vdd um homem das cavernas aquele homem troglodita é insistir a gente vai lá e insiste Quando a gente tira a calcinha… que malandro que é malandro não enfia a piroca de vez não, hein? Essa molecada novinha aí que não sabe chupar buceta, que tem nojinho Se tiver nojin vai se fude vai pega gonorreia Porque esses babaca que mete já arria a calcinha enfia a piroca de uma vez SE FODE Ó o macete do palito pa vocês ó: Desce devagarinho beijinho na boca beija no peitin passa a língua do umbiguin ANTES de meter a língua na xereca tu mete o dedo, tá ligado? Mete o dedin e vai fingindo q tá dando umas massageada no grelo aí tu enfia o dedo lá dentro da xota dela e vai beijando ela na boca Passa-lhe o dedo por trás da nuca dela da-lhe aquela cheirada Mete no teu nariz e cheira SE VIER O FUNTUN DE MUN RÁ AQUELE CHEIRO DE CATACUMBA SAI FOOOOOORA QUE TÁ POOOODRE Agora se meter o dedin por trás mesmo se ela n tomar banho e tiver cheirosinha Aí vale a pena da-lhe uma chupada na buceta tá ligado manin Porque homem q não chupa xereca é viadinho Homem tem que mete-lhe a boca no grelin devagarinho e fazer descer o caaaldo da fruuuta poorra Mulher é que é mulher gosta de uma boa de uma xupada na xereca Atenção meninas, então por isso eu deixo aqui o meu apelo: atenção, diga não a xereca fedorenta Eu apoio mulher da buceta xerosinha!!! Chega me deu água na boca...
submitted by Na7hanMG to DiretoDoZapZap [link] [comments]


2018.10.06 02:14 Inceliano Eu queria muito acreditar em Deus... mas eu sou incel.

Seria maravilhoso pra mim acreditar que existe um plano, um propósito para tudo e que existe uma vida além dessa. Mas a verdade é que para caras como eu isso é impossível. Assim como a maioria das pessoas eu fui ensinado que existe um ser de perfeito poder, perfeita sabedoria, e perfeita bondade a qual chamam de Deus, e eu acreditava honestamente nisso. Mas tudo mudou conforme minha puberdade chegou eu comecei a me interessar pelas meninas e rapidamente me dei conta de que elas não reciprocavam este interesse. Eu era feio, feio e baixinho e usava óculos para piorar. Rejeição após rejeição, humilhação após humilhação esta tem sido a minha vida desde então. Mas por que? Por que eu tive que nascer assim? Onde esta a propalada justiça divina? Eu orava e implorava por ajuda mas nunca tive resposta divina alguma. Eu ia à igreja e tinha que testemunhar os caras bonitos tendo as namoradas que eu sempre sonhei, para mim um sonho impossivel mas para eles isso não era nada, apenas o cotidiano. O mais deprimente é saber que esses caras não merecem todo o afeto que recebem das mulheres, afinal se eles são bonitos e altos isto se deve aos seus genes. Em outras palavras estes caras usufruem de uma vida dos sonhos simplesmente porque eles tem os genes certos enquanto eu sou obrigado a ficar sozinho. Como acreditar em um Deus amoroso? Toda vez que saio na rua sou obrigado a ver um casal se beijando e então me lembrar do meu destino horrível. Não existe esperança, os nossos genes já definiram tudo. Se Deus existe mesmo então peço que me ajude pois não sei até quando vou suportar esse pesadelo.
submitted by Inceliano to desabafos [link] [comments]


2018.03.18 21:08 ruskifriend Saí do meu cantinho pra ver se algo tinha mudado. E agora tô de volta aqui, só que meio chateado.

Acredito que desde o dia em que vocês me pagaram uma cachaça, eu não passava um tempo no meu final de semana com qualquer pessoa que não fosse eu e meus queridos demônios internos.
Basicamente, por algum motivo eu decidi ontem e o dia antes de ontem (sexta/sábado) que iria sair. Eu sou um cara alegre (ou ao menos eu consigo fingir bem o suficiente de forma que eu mesmo acredite nisso), então eu faço amizade muuuito fácil e a maioria das pessoas decentes que sentam pra conversar comigo, apreciam minha companhia. E evidentemente eu aprecio a deles em dobro.
Mas enfim, eu saí e aconteceram umas coisas divertidas, mas que agora que eu paro pra pensar sobre, são deprimentes pra cacete, e eu prefiro não experimentar isso de novo por um tempinho.
Pra colocar de forma simples: convidei um morador de rua pra beber cerveja comigo e com meu pai na mesa e só dei atenção à ele, tratei o cara da mesma forma que eu trato todos que não me fizeram mal nenhum, mas foquei em perguntar sobre ele, porquê eu sei que esse tipo de gente não recebe muita atenção. Depois de uns 30 minutos de conversa, o cara tava literalmente lacrimejando na mesa.
Eu achei algo bonito - uma experiência agradável que me ensinou alguma coisa. Mas parando pra pensar melhor, isso é triste pra cacete - durante minha vida inteira, eu tive somente 2 amigos (bastante ausentes) que saíssem comigo pra beber ou pra me fazer companhia, e era ruim demais porquê na época eu sentia muito falta de ter amigos como as "pessoas normais". Alguma coisa aconteceu (pílulas, em maior parte) e eu simplesmente parei de me importar, entretanto.
Mas eu nunca me senti mal ou fui excluído à esse ponto - e eu era excluído DEMAIS. Eu acho que nem se eu nunca tivesse ficado ok, eu teria chegado à esse ponto de chorar numa mesa com estranhos porquê me pagaram a merda de uma cerveja. Eu só uso essa conta pra isso, basicamente, entao eu já falei sobre a questão de tar passando por dificuldades financeiras bem acentuadas, mas que de uma semana pra cá vem se resolvendo de uma forma muito agradável, então eu tento devolver tudo que me deram quando eu precisava. (thanks for that, universe)
No mesmo dia, quando ia embora, uma menina me chamou e depois de uma breve apresentação, disse que gostou de mim e me achou "fofo, lindo e que pareço o harry potter de barba" (eu uso óculos e chequei os óculos dela, claramente estavam com defeito), ok, agradável, troquei bactérias bucais com ela e depois fui embora (se tem outra forma de se responder esse tipo de coisa, eu realmente nao sei). No outro dia (ontem/sábado) falei com ela e ela SUPER animada por eu ter dado oi, fiquei até meio assustado. Enfim, eu nao sou homem de negar um convite pra se alcoolizar, então a gente se encontrou e bebeu, ok - e amigo, sabe aquele tipo de gente que meio que só suga tuas energias e não oferece nada de volta? Foi isso. Foi MUITO estranho porquê quando eu comecei a ficar um pouco mais confortável, criar uma relação de ao menos amizade, a moça via uma forma de enfiar política e social justice em qualquer coisa que eu falasse/fizesse.
Tipo, teve um momento que literalmente a gente tava se beijando, e eu tenho preferências BDSM/dom-sub, e vamos deixar em: nesse quesito a gente não se batia. (jesus cristo, "não se batia", acabei de perceber a pun nisso) E não sei de que forma chegou à isso, mas eu falei:
"Bem, eu gosto de fazer o que eu gosto e de ser eu mesmo. Mas tudo bem se o que eu gosto, não é o que você gosta." e parei de beijar ela, claramente dizendo "yeah, you're cool but we don't match". A resposta da menina foi nada menos que:
"Você gosta de quê? Bater em mulher?"
(Deixando claro que a gente tava SE BEIJANDO, só. Eu não tava fazendo literalmente nada, só beijando de uma forma firme... eu acho q nao é muito agradável descrever como é um 'beijo de forma firme' ahahah)
E quer saber, eu vou parar de falar sobre isso por aqui. Mas essas foram duas, das três principais coisas que me colocaram correndo de volta pro meu quarto feito uma barata. A terceira e o que coloca o ponto final nessas minhas aventuras pra fora de casa é simplesmente que eu tava apreciando uma boa música com uma boa cerveja, e eu gosto de dançar, e literalmente algumas pessoas tentaram me humilhar porquê eu tava tentando deixar o meu dia mais feliz - uma coisa que eu preciso tentar todos os dias, e que já é difícil demais sem ter outras pessoas tentando atrapalhar. Um homem gay me chamou e me deu uma cantada, depois quando soube que sou hétero e voltei pra dançar, deu risada e perguntou (achando que eu não ia ouvir) "quem tá aí???" no sentido de "tá possuído o menino ahahaha, é macumba" e ficou rindo com o amigo dele.
O que é irônico, porquê eu sigo o caminho da mão-esquerda (popularmente conhecido como capetismo, eu acho - carrego um símbolo no pescoço - cruz de malta e um ankh, só pra deixar claro que não é nada edgy, quem vê provavelmente acha que é algo cristão. uso desde que decidi tentar melhorar e não tiro esse colarinho desde lá - e vai ver foi daí que saiu a ideia dele de tentar me humilhar dessa forma), mas que se foi algum demônio me possuindo que fez com que eu pudesse parar de ter vergonha de ao menos tentar ser feliz, e parar de querer morrer o tempo inteiro, ou ter vergonha até de olhar nos olhos das outras pessoas, eu gosto desse demônio demais e adoraria fazer companhia pra ele no inferno - já tenho mais de uma década de experiência com "viver em um inferno" de toda forma.
É isso. Acho que não tinha nenhum lugar pra falar, porque pelo visto fui banido automaticamente do /offmychest, que era o lugar que usava pra desabafar, porque eu dei subscribe no /the_donald (e no /politics) pra poder fazer esse experimentozinho.
Um feliz início de semana à todos vocês, agradeço se você leu - agradeço se não leu, também (se bem que vc não teria como saber disso se vc não leu). Me perdoem por não colocar tudo de uma forma mais clara e não tão embaralhada - eu tô exausto.
submitted by ruskifriend to brasil [link] [comments]


2017.01.09 21:12 reditofage Ex-namorada

Fiz esse post primeiro no /relationships
Vou ser mais sucinto. Terminei um namoro a 4 meses, namorávamos a 1 ano e 5 meses. Ambos tínhamos 17 (eu) e 18 (ela) quando começamos a namorar. Perdemos a virgindade um com outro, ela foi minha primeira namorada e eu o primeiro namorado dela.
Ela é uma menina maravilhosa. Uma pessoa de coração bom e linda, uma menina perfeita (um dos unicos defeitos que me incomodava era o fato dela ser um pouco fútil, sempre se importando muito com a imagem nas redes sociais) Sempre me amou e me deu suporte pra tudo. Tambem amei muito ela.
Mas um dia, esse sentimento se acabou. Sair com ela começava a se tornar um fardo, e eu não gostava de passar todo o minuto ao lado dela (preferia estar em casa ou fazendo outra coisa). Isso foi um pouco depois de eu ter entrado na faculdade, tava sempre exausto o tempo todo.
Foi quando eu decidi que iria terminar pra poder focar mais em mim. Ela ficou arrasada, chorou muito e a principio não aceitou. Insistiu pra tentarmos alguma coisa. Eu decidi terminar mesmo assim.
Nas semanas seguintes, segundo relato de amigos, ela ficou extremamente arrasada e triste. Eu tinha decidido que ia focar mais em mim dali em diante.
Nos 3 proximos meses, usei meu tempo pra focar na universidade e em outros hobbies meus, pra sair com amigos e conhecer gente nova. Amadureci muito nesse período, mas pensava muito em como eu machuquei ela e isso me deixava meio triste, mas nada muito forte.
Foi então que eu vi uma foto dela em uma festa com as amigas. Ela sempre gostou muito de ir nessas festas (festa sertanejo, muito popular no interior da bahia. rola muita pegação) mas depois que começamos a namorar, ela parou ou só ia quando eu fosse. Eu nunca fui chegado nesse tipo de coisa mas as vezes eu ia só por ela.
Fiquei muito feliz por ver que ela estava superando e feliz. Fiquei muito feliz por ela, mas...
Fiquei com ciúmes. Fiquei imaginando a menina que eu amei durante um ano inteiro de minha vida ficando com outros caras e isso me deixou mal. Fiquei assim durante uns 2 dias, mas depois disso desencanei e voltei pra minha vida normal. Tudo seguia muito bem novamente.
...Até que ví outra foto dela, indo em outra festa, 1 mês depois. Foi a mesma coisa de antes. Imaginando ela beijando outros caras (outroS porque nessas festas geralmente você não fica só com 1 pessoa. Ainda mais ela que é mulher e muito atraente (bonita de rosto e de corpo). Muito cara chega nela facil) Dessa vez essa sensação ruim durou só 1 dia.
Cheguei a ver de novo outra foto dela saindo assim, mas dessa vez não me afetou. Só ví e passei. Pensei que esse ciúme tivesse passado, até essa sexta feira...
Dessa vez rolou uma festa dessa aqui na cidade, e eu moro do lado do local de festa. Ví uma foto de uma amiga dela de todas as amigas juntas, e comentarios dizendo que "fulana(minha namorada) é um perigo" das amigas e coisas desse tipo. Isso me abalou totalmente.
Foi a mesma coisa das ultimas vezes, só que muito mais intenso. Só conseguia pensar nisso a noite toda. Eu conseguia ouvir a festa de casa, então passei a noite toda ouvindo e pensando, torcendo pra acabar logo.
No dia seguinte, fiquei muito, muito mal. Não comi nada o dia todo . Só depois de conversar com uns amigos me senti melhor. Hoje eu voltei ao meu "normal" de sempre.
Mas uma coisa me aflige: Vai ser assim toda vez que eu ver uma foto dela numa festa? Uma hora esse tipo de sentimento vai parar? O tempo cura esse tipo de coisa?
Eu não sei bem se é ciumes ou algum tipo de inveja. Algum tipo de sentimento reprimido de "ela deu a volta por cima de mim", "ela ta curtindo enquanto eu to aqui parado", "ela ta ficando com outras pessoas enquanto eu to no meu quarto". Eu não gosto desse tipo de festas (gostava quando era mais novo) e não curto ficar com pessoas "do nada", conhecendo na festa, dançando, dando um beijo e tchau.
Nesse período, cheguei a ficar com outras pessoas, mas nada próximo do numero de que eu imagino que ela tenha ficado.
Eu não tenho nenhuma pretensão ou vontade de voltar o namoro com ela. Depois do termino eu evolui muito em algumas areas pessoais e amadureci bastante, e sinto que ainda estou progredindo de um modo que um relacionamento só me atrapalharia. Tambem não quero namorar com ela num futuro nem nada assim, nem mesmo ficar com ela. Eu segui em frente em relação a isso.
Pra falar a verdade, eu fico realmente feliz que ela ta seguindo em frente com a vida dela porque ela merece. Desejo que ela continue assim. Mas esse sentimento é foda e me deixa muito pra baixo. Eu só quero saber se uma hora vai passar.
submitted by reditofage to desabafos [link] [comments]


ANITTA BEIJA DUAS MULHERES EM VÍDEO #Anitta #ANITTA - YouTube Beijando garotas Gostosas desconhecidas Com jokempô (kissing girls) Novinhas se beijando - YouTube MULHERES GOSTOSAS SE BEIJANDO #1 - YouTube pegadinha garota beijando mulheres desconhecidas / Girl ... Mulheres beijando no Villa Mix Brigas De Mulheres - YouTube Mulher beijando lésbica brasileira pela primeira vez - YouTube BEIJANDO MULHERES DESCONHECIDAS NA RUA - YouTube Como beijar uma mulher - TUTORIAL COMPLETO! - YouTube

250 Beijando Meninas Fotos - Fotos de Stock Gratuitas e ...

  1. ANITTA BEIJA DUAS MULHERES EM VÍDEO #Anitta #ANITTA - YouTube
  2. Beijando garotas Gostosas desconhecidas Com jokempô (kissing girls)
  3. Novinhas se beijando - YouTube
  4. MULHERES GOSTOSAS SE BEIJANDO #1 - YouTube
  5. pegadinha garota beijando mulheres desconhecidas / Girl ...
  6. Mulheres beijando no Villa Mix
  7. Brigas De Mulheres - YouTube
  8. Mulher beijando lésbica brasileira pela primeira vez - YouTube
  9. BEIJANDO MULHERES DESCONHECIDAS NA RUA - YouTube
  10. Como beijar uma mulher - TUTORIAL COMPLETO! - YouTube

Novinhas se beijando mulheres gostosas se beijando #1 sua cama vai pegar fogo, melhor produto sexual do mercado: http://bit.ly/brutonacama nos envie sugestÕes pelo e-mail! vai te... Mulheres se beijando na boca, garota resolveu experimentar um beijo lésbico, e beijou uma lésbica pela primeira vez, vídeo de beijar na boca, duas mulheres s... BEIJANDO GAROTA DURANTE A CORRIDA - #102 O CORREDOR - Duration: 6:53. Luis Desiró - Ousadia 936,758 views. 6:53. BEIJEI E NÃO FALEI NADA KISSING GIRL - Duration: 9:33. ANITTA BEIJA DUAS MULHERES EM VÍDEO #Anitta #ANITTA #Anittabeijandoduasmulheresvideo #anittabeijando #AnittaKisse #Kisse #AlbumKisse #AnittaAlbumKisse ERROU A PERGUNTA TEM QUE BEIJAR A AMIGA - ESPECIAL 50K COM BIANCA MEL - Duration: 5:38. Insane Challenges 725,139 views Curtam o nosso vídeo, deixem seu comentário. E se inscrevam no nosso canal. Neste novo vídeo do umCOMO vamos dar algumas dicas de como beijar uma menina pela primeira vez. Nem sempre é fácil arriscar novas experiencias, mas com esse ... MEU NOVO CANAL SÓ DE TIRO: https://goo.gl/ZLOu1E FACEBOOK - https://www.facebook.com/baronetv INSTAGRAM: https://instagram.com/GIOBARONE TWITTER: https://twi... Meu canal principal de pegadinhas : https://www.youtube.com/watch?v=RmOiEtuIqq8 Ebook com 80 cantadas efetivas para seduzir uma mulher! cantadas para quebrar...